segunda-feira, 18 de junho de 2012

O MUSEU DAS MATRIOSHKAS: UMA VIAGEM AO MUNDO DA ARTE POPULAR RUSSA

O post de hoje é uma viagem ao mundo do artesanato russo para visitar, justamente, um de seus produtos mais típicos e representativos: as famosas matrioshkas, que de tão típicas e tradicionais ganharam seu próprio museu em Moscou, situado à Travessa Leontyevskiy, 7 (Per.Leont'evskiy,7).
Este é um museu muito específico, onde o visitante vai encontrar um enorme sortimento destas bonecas, que constituem a maior parte dos objetos expostos.


 Nas prateleiras a gente pode  ver objetos de todos os tamanhos, dos bem grandes aos bem pequenos; de todos os tempos, desde os bastante antigos, aos bem atuais; dos de vanguarda aos clássicos.
Em meio a uma extensa coleção de matrioshkas está, também, presente uma diversidade de   equipamentos utilizados na sua fabricação.

  Uma boneca pode conter de três a 30 peças, formando um todo  fascinante!



O mais importante neste museu é que cada uma das peças expostas é única, resultado do  trabalho manual de algum artesão.
 O local ainda não foi descoberto pelos grupos de turismo, mas é muito visitado pelas famílias russas, que levam para lá passearem seus filhos.


Neste passeio, as crianças têm a chance de "botar a mão na massa" e fazer a sua matrioshka, conforme mostram as fotos constantes  da página do museu: http://www.fond-narprom.ru/26

Entre outras coisas, no Museu é contada, por um guia,  um pouco da história das Matrioshkas, com a ressalva de que é impossível apontar uma data exata para seu surgimento, mas pode-se dizer que a primeira notícia que se tem desta boneca de madeira na Rússia  data de 1898: feita em Moscou, no prédio onde hoje funciona o museu.No final do século XIX, neste local funcionava a loja do mestre artesão A.Mamontov, que torneou uma boneca com repartições, semelhantes a um antigo brinquedo japonês.Mais tarde, o conhecido pintor russo S.V.Malyutin pintou a boneca dando-lhe os traços das garotas camponesas de sua terra, com sarafans(1), avental (fartuk),lenços brilhantes. A recém nascida boneca foi 'batizada' de Matryosha. Na época, ninguém suspeitava que esta boneca se tornaria não apenas uma distração para as crianças como, também, um dos mais  vívidos símbolos nacionais, uma expressão internacional da cultura russa.No ano de 1900. em uma exposição internacional ocorrida em Paris, a matrioshka recebeu amplo reconhecimento e uma medalha.E, assim  surgiu, até onde se tem notícias, esta que se tornou a "vedete" do artesanato russo em todo o mundo.

Além de contar a história das matrioshkas, o guia do museu  também  explica em detalhes as diferenças entre  matrioshkas de diversas regiões russas, como por exemplo, entre as  de  Tver e as de Semyonov. Nesta última cidade existe um grande centro de arte Khokhloma e daí saiu, em 1970, para ser apresentada em uma exposição em Tokyo, uma matrioshta de 72 lugares, única até hoje existente com este tanto de encaixes, feita com muita criatividade e profissionalismo pelos trabalhadores da fábrica local. Ela possui um metro de altura, 0,5 de diâmetro e é composta de bonecas de várias cores (entre 15 e 18 cores diferentes).


Só para dar uma idéia da fofura que são as bonecas de Semyonov, aí vai um vídeo, numa pequena mostra. O vídeo não é do museu, mas da fábrica citada.
video
Os amantes da literatura russa vão adorar, pois neste museu ele vai encontrar matrioshkas de 30 lugares decoradas com o tema do conto puchkaniano "Ruslan e Lyudmila", entre outras maravilhas.
A seguir, um vídeo do museu:

O museu existe desde o ano de 2001.

Finalizando o post, fica o vídeo de um outro museu da matrioshka, situado na cidade maravilhosa de Nizhny Nocvgorod: não se preocupe com o idioma, fique com as imagens, caso não saiba o russo. Caso contrário, aproveite para praticar um pouco esta língua.


Notas da Milu
_________________

 (1) Vestidos de verão

fontes:
http://mossever.ru/ 
www.rutube.ru
www.newstube.ru
 http://www.mosgid.ru/tzao/presnenskiy/leontevskiy/muzey-matreshki.html
http://gidtravel.com/
http://www.bacalavre.ru/
http://futbolkimaikibest.net/

2 comentários:

Celia Clara Fischer disse...

Siempre nos sorprendes con tu blog, Milu. Gracias. Cariños, Celia.

turquinho disse...

Que lindo Milu, maravilhas artesanais...abração...

GOSTOU DO BLOG? LINK ME

www.russiashow.blogspot.coms