sábado, 18 de fevereiro de 2017

Um conto da Nova Cartilha de Tolstoi: A tia conta como aprendeu a costurar



(crédito: https://yandex.ru/images/

Em outro post, já tive a oportunidade de falar sobre os "Contos da Nova Cartilha" e o projeto pedagógico de Liév Tolstói. Quem tiver curiosidade a respeito, clique aqui. Hoje, deixo apenas um dos contos que compõem o Primeiro livro de leitura deste fabuloso trabalho do mestre russo, intitulado "A tia conta como aprendeu a costurar", extraído do meu exemplar da obra, editado pelo Ateliê Editorial.
 Quando eu tinha seis anos, pedi à minha mãe que me deixasse costurar. Ela respondeu: 
- Você ainda é pequena, vai furar o dedo.
Mas eu não deixava a minha mãe em paz. Mamãe pegou do baú uma tira de pano vermelho e me deu; depois enfiou na agulha uma linha vermelha e me mostrou como segurá-la. Eu comecei a costurar, mas os pontos não saíam iguais: um saía muito grande, outro ia parar na beiradinha do tecido, esgarçando tudo. Por fim, espetei meu dedo e fiz força para não chorar, mas minha mãe perguntou:
- Que há com você?
 Eu não aguentei e caí no choro. Então, mamãe mandou-me ir brincar. 
À noite, na cama, os pontos não saíam da minha cabeça. Eu só pensava como aprender a costurar o mais rápido possível, e me parecia tão difícil, que achava que nunca iria conseguir. Agora já sou grande e não me lembro mais de como foi que aprendi a costurar. E quando estou ensinando à minha filha a costurar, me admiro de como ela não consegue segurar a agulha.

Fonte: Contos da Nova Cartilha - Primeiro livro de leitura/Ateliê Editorial

2 comentários:

Carlos Alberto de Mendonça disse...

É o melhor blog brasileiro que encontrei sobre cultura russa, gostei das suas histórias, também, muito bom!

Carlos Alberto de Mendonça disse...

Gostei muito do seu blog, é o mais completo do Brasil e também gostei das suas histórias, muito bacana!

GOSTOU DO BLOG? LINK ME

www.russiashow.blogspot.coms